Como identificar se você está num relacionamento abusivo

Os sinais de um relacionamento abusivo vão muito além das agressões físicas. Precisamos estar atentas aos sinais de abuso psicológico e emocional!

É bastante comum a gente associar relacionamentos abusivos com violência física. Porém, esse ato é apenas um dos extremos de várias outras atitudes que se configuram como abuso, dentro de uma relação. Esse tipo de abuso, psicológico, emocional, faz parte de uma série de sinais de um relacionamento abusivo em que precisamos nos atentar.

Muitas vezes, nos encontramos nesse tipo de relação sem mesmo nos darmos conta. O abusador usa de estratégias de manipulação que alteram nosso senso de realidade e abalam nossa autoestima. Infelizmente, relacionamentos abusivos são mais comuns do que pensamos e é muito difícil sair deles.

Mas como posso identificar sinais de um relacionamento abusivo?

Quando estamos muito envolvidas, geralmente é difícil nos darmos conta do panorama completo da situação. Ainda assim, conseguimos perceber se esse relacionamento nos traz sentimentos ruins com frequência, como ansiedade, dúvida, isolamento social, medo. Um exemplo claro é perceber se você responderia sim para alguma das perguntas abaixo:

  • Você acaba sempre, de alguma forma, sendo responsabilizada por tudo de ruim que acontece com vocês, e sente culpa com frequência?
  • E, dessa forma, você acaba duvidando da sua própria percepção de como as coisas aconteceram?
  • Você se sente diminuída, como se suas conquistas e realizações não fossem tão importantes quanto as do seu parceiro?
  • Você nota um afastamento seu, cada vez maior, de pessoas que costumavam ser importantes pra você, como familiares e amigos, para não causar problemas com seu parceiro?
  • Você tem medo da reação do seu parceiro e, com frequência, “pisa em ovos” para lidar com ele?
  • Você se sente mal ao discordar do seu parceiro e acaba fazendo coisas contra a sua vontade?
  • Você sente que seu parceiro é bom demais pra você e que ninguém vai te amar como ele?
    • Seu parceiro te chantageia com ausência de carinho e afeto?
  • Seu parceiro grita com você e faz você sentir que está louca ou que as coisas que te incomodam são coisa da sua cabeça?
  • Seu parceiro não te bate mas costuma usar força física pra “te acalmar”?
  • Ou ele não te bate, mas desconta a frustração com força física em objetos próximos a você, e te deixa com medo?
  • Ele insiste em fazer sexo com você mesmo contra sua vontade? E algumas vezes você cedeu ou ele forçou, mesmo sem seu consentimento?
  • Seu parceiro já te agrediu? E, muitas vezes, diz que te ama e não vai fazer de novo?

Todos esses sentimentos são gerados através de atos que são sinais de um relacionamento abusivo. E um sim para qualquer uma dessas perguntas pode ser um indicador.

Acho que estou vivendo um relacionamento abusivo. E agora?

O primeiro e muito importante passo você já deu: identificar que não, você não está louca, e seu parceiro usa de manipulação para você se sentir assim. É muito importante ter consciência de que esses sinais configuram um relacionamento abusivo, por mais difícil que seja admitir isso.

Geralmente, abusadores controlam e manipulam pessoas influenciadas por fatores externos, como transtornos e traumas, e não devemos acreditar que podemos muda-los ou ajuda-los, independente do quanto nos importamos com eles.

Agora é hora de se cuidar! Buscar ajuda de familiares, amigos, e ajuda profissional. Você não é mais fraca ou pior que ninguém por se ver nesse contexto. É preciso cuidar da autoestima, lembrar que somos suficientes, somos inteiras, somos capazes, e merecemos nos sentir bem, nos sentir felizes. Devemos nos cercar de gente querida, fazer atividades que nos façam bem, nos colocar em primeiro lugar.

Mas atenção, Garotas:

Alguns dos sinais de um relacionamento abusivo que listamos configuram crime. Seu parceiro não pode forçar relações sexuais sem seu consentimento, não pode te agredir fisicamente ou ameaçar qualquer tipo de agressão. Se isso acontecer, é importante buscar ajuda: converse com alguém de confiança, ligue para o 180, a Central de Atendimento à Mulher, que funciona 24 horas por dia, ou procure uma Delegacia da Mulher.

Lembre-se sempre: você merece se sentir bem, gata! Um relacionamento deve agregar e trazer bem-estar. Sua felicidade e sucesso não dependem de ninguém, menos ainda de um abusador! VOCÊ PODE!

Vamos ajudar as migas a se fortalecer e entender um pouquinho mais sobre relacionamentos abusivos? Bora compartilhar esse texto, garotas!

Comente pelo Facebook: