Nossa bateria

Bateria Garotas Solteiras

Acreditamos muito na força da rua e na construção coletiva do Carnaval. Por essa razão, o Garotas Solteiras é um bloco de bateria aberta e voluntária. Não restringimos a participação apenas a músicos profissionais – muito pelo contrário. Tentamos construir formas de incluir e preparar as migas interessadas em fazer parte desse grupo, que é o coração do bloco.

Ao longo do ano, o Garotas organiza oficinas de percussão para ensinar as técnicas e os ritmos usados em nossos arranjos a folionas e foliões que estão começando no Carnaval ou que desejam aprender um instrumento novo. Nossos ensaios começam nos meses anteriores à semana de folia, para garantir que o repertório esteja acertado até o dia do cortejo.

E vale sempre ressaltar que o Garotas Solteiras é um bloco de rua, feminista e pró-LGBT. Ao longo do ano, tentamos fortalecer diversas causas e movimentos em que acreditamos, e sempre que preciso, convocaremos nossa bateria pelas redes sociais para dar apoio. Embora o caráter de bateria aberta não nos permite exigir nada de quem toca conosco, nós esperamos que todos em nossa bateria tenham esse espírito. Afinal, Garotas Solteiras somos todas nós!

Quais são os instrumentos da bateria do Garotas Solteiras no Carnaval de BH?

Tocar na bateria mais lacrativa de BH tem uma vantagem bem legal: nossos instrumentos podem ser aproveitados em diversos outros blocos da cidade. Se quiser embarcar no nosso ritmo perfeito e nos ajudar a fazer o Garotas acontecer, basta escolher o seu instrumento, afiar as técnicas em nossas oficinas e sair carnavalizando pela cidade afora! Conheça abaixo os instrumentos que compõem nossa bateria:

Agbê (ou xequerê)

Certamente é um dos instrumentos que mais chama a atenção, pelas cores e pela criatividade na confecção das peças. A cabaça tem um orifício na ponta, que aumenta a sonoridade obtida pelo contato com as contas trançadas e pelo movimento ritmado das mãos. Agitar o agbê contagia todo o corpo, produzindo som, dança e alegria ao mesmo tempo.

Agogô

É um instrumento pequeno, leve e de fácil transporte. Existem versões com diferentes números de bocas e de diversos materiais, mas no Carnaval de BH, o modelo mais comum é o metálico, formado por duas bocas. Há uma diferença de tamanho entre elas, o que proporciona uma distinção de sonoridade ao toque da baqueta. A partir de 2019, o agogô e o tamborim serão um naipe unificado no Garotas.

Caixa

É um instrumento sonoro, de médio porte e bastante comum em diversos tipos de bateria. O som alto, repicado e brilhante da caixa marca o andamento em vários ritmos, além de florear e preencher os arranjos rítmicos. A caixa tem variações tocadas com uma ou duas baquetas, e a movimentação exige um certo grau de atenção.

Repique

É um instrumento de médio porte, tocado com baquetas de madeira ou plástico (no Garotas, a gente usa as de plástico, que marcam mais os agudos). Graças à maior profundidade do seu som, transita bem entre a batida afiada dos tamborins e a malemolência da caixa, sendo quem mais ganha solos entre os agudos. Costuma ser destaque nas viradas, pois sua sonoridade forte é uma boa referência para o retorno dos outros instrumentos.

Surdo

Grande e de som grave, o surdo é maior de todos os instrumentos – e talvez por isso seja o herói da marcação na bateria. Seu tamanho irá classificá-los em três grupos (surdo de primeira, segunda ou terceira). Sua logística exige um pouco mais, mas em compensação, quem curte decorar seu instrumento terá bastante espaço para os adornos. A baqueta é maior, tem a ponta forrada e seu corpo também costuma ser estilizado.

Tamborim

Por ser pequeno, leve e barato, torna-se uma opção prática para a galera que está começando no Carnaval. Mas não se deixe enganar pelo tamanho: é preciso apurar bem as técnicas para segurá-lo e usar a baqueta corretamente, pois este é um instrumento que faz MUITO barulho. Inclusive, os tamborins compõem o único naipe fechado da bateria do Garotas, junto com os agogôs. Quem quer tocar conosco precisa ter frequentado as nossas oficinas de percussão.

Siga nossas redes sociais para ficar por dentro de todos os chamados para a bateria do Garotas Solteiras.