Banda Garotas Solteiras

Banda Garotas Solteiras

Você acha que, depois do Carnaval, o Garotas Solteiras vai pro porão da Beyoncé junto com a Sia? Claro que não, bebê! Ao longo do ano, você pode se jogar com o Garotas nos shows que fazemos em nossa versão banda!

A Banda Garotas Solteiras é formada por foliões e folionas que se dispuseram a levar a revolução em que o bloco acredita para além do Carnaval. O processo criativo, os arranjos, a escolha do repertório, as causas representadas ali… todos os componentes do espetáculo são desenvolvidos em conjunto. São várias pessoas nessa empreitada, que através dos shows, levantam uma parte da grana que custeia nosso cortejo na segunda de Carnaval, e fomentam projetos e causas nas quais o Garotas acredita.

Como surgiu a Banda Garotas Solteiras?

Em junho de 2016, nós participamos da Virada Cultural de BH e tivemos nossa primeira experiência em um palco. Fizemos esse show ainda numa formação de bloco, contando com diversos instrumentistas da nossa bateria, e o palco terminou assim:

Garotas na Virada Cultural 2016

Foi tão caloroso e empoderador que percebemos que precisávamos trabalhar além do carnaval. Mas infelizmente, reunir tanta gente e organizar algo tão grande para se apresentar durante o ano todo parecia um tanto quanto inviável. Por essa razão, foi criada a Banda Garotas Solteiras, e desde então foram realizadas apresentações em diversos espaços e eventos, estendendo ao palco o discurso que levamos às ruas. 

Nossa formação

A banda é formada por mulheres e homens que, independente da qualquer característica, acreditam num mundo melhor e representam alguma voz pela mudança do padrão patriarcal. No repertório, diversas divas que fizeram e fazem história através da música, da dança e do espetáculo são utilizadas para cantar sobre o amor, as relações, a liberdade e o empoderamento feminino, gay, lésbico, bi, trans e queer.

O Carnaval é uma festa da rua, da cidade, para a rua, para a cidade. Essa é e sempre será nossa prioridade, e nunca vamos deixar de ir para a rua para fazer show (até porque a rua é de onde viemos e é onde nossa revolução faz sentido). Mas a gente gosta de tocar, quem vai ao nosso show se diverte horrores e, se podemos levar nossos ideais para outros lugares em épocas além do carnaval, por que não fazer isso?

A missão da Banda Garotas Solteiras também é entreter. Mas em cada performance, a banda carrega o desejo e a mensagem pela emancipação da mulher, pelo fim do machismo, pelo respeito à diversidade sexual, pela visibilidade dos artistas da cidade de Belo Horizonte, por uma cidade melhor, que sirva para promover o respeito e o diálogo entre os diferentes.

Integrantes da formação atual

Anni Freitas

voz

Augusto Siqueira

baixo

Dani Ponce de Leon

percussão

Edu Ruas

Edu Ruas

voz e percussão

Jenny Souza

voz

Jhonatan Melo

percussão

João Pedro Melo

percussão

Laura Castro

voz e percussão

Miyza Phryká
(Junim Ribeiro)

guitarra

Pedro Peixoto

metais

Rafael "Tibeiça"

percussão

Quer contratar a Banda Garotas Solteiras para seu evento. Entre em contato conosco!

Estamos preparadas pra fazer revolução! A gente não sabe se vai dar certo ou até onde vamos chegar. Mas a gente vai fazer tudo o que a gente puder!