5 atitudes feministas que (mesmo sem parecer) ajudam a causa

Acompanhe com a gente algumas atitudes que você pode fazer e que, sem nem se dar conta, estarão contribuindo com a causa feminista!

O sistema social sobre o qual estamos sujeitas há centenas de anos impôs um controle de alicerce patriarcal, machista e misógino. Isso refletiu num histórico de luta das mulheres por uma sociedade mais igualitária e justa. O feminismo tomou força enquanto um movimento necessário, para que mulheres possam conhecer e ser reconhecidas enquanto nós mesmas, através da igualdade de gêneros e da participação efetiva da mulher na sociedade.

Mas o que muitas de nós muitas vezes não nos damos conta é que, ainda que a militância feminista seja essencial para a conquista de direitos, nós mesmas temos e cultivamos atitudes feministas no nosso dia-a-dia. Estas ações não só corroboram com o movimento, como são práticas de sororidade, ajudam a empoderar outras manas e fortalecem a união entre as mulheres. Listamos algumas delas para mostrar o quanto elas são simples:

1) Ter um grupo de amigas que se apoiam

Sabe aquele grupinho de meninas que estão sempre por perto? Que saem juntas, se divertem, mas também estão sempre disponíveis para segurar suas barras com você? Que te lembram o quanto você é maravilhosa, querida, importante, necessária? Isso é pura e simplesmente o significado de SORORIDADE, que é uma das bases mais importantes do feminismo!

2) Buscar se sentir bem sendo quem você é

Uma das grandes dores impostas a nós, mulheres, numa sociedade dominada pelo gênero masculino, é o padrão de beleza imposto. Ele faz com que a gente perca a autoestima, se sinta diminuída e infeliz em busca de um parâmetro inalcançável. Pode parecer pouco aceitar o próprio corpo, o cabelo, a forma de vestir ou de se portar. Mas são atitudes feministas que, quando descobertas, são uma das nossas maiores armas frente à opressão da sociedade machista. Se amar é revolucionário!

3) Defender outras minas

Seja intercedendo por uma amiga que se vê numa situação de desconfortável abuso na balada ou por uma colega de trabalho que se vê diminuída frente a um homem. Você constrói muito quando defende outras mulheres, se coloca lado a lado, e entende que a rivalidade feminina foi uma construção da sociedade machista, que nos diminui frente ao padrão de dominância masculina. Juntas somos mais fortes!

4) Acreditar que você e seu parceiro devem dividir as tarefas (e as contas) de casa

Você não acha que, apenas por ser mulher, deva ser responsável por todo o serviço doméstico. Acredita que, para uma boa convivência, todos devem ser responsáveis de forma igualitária pelas tarefas, independentemente do gênero, e o mesmo no que diz respeito à grana das contas ou das saídas. Os direitos, assim como os deveres, são partilhados. Essa é uma parte do caminho em busca de uma sociedade mais igualitária.

5) Fazer planos sozinha

Você sabe que pode ser independente, planejar seu próprio futuro, ir atrás dos seus sonhos e seguir aquilo que deseja e acredita sem precisar depender da autorização ou do consentimento de ninguém. Você é uma mulher independente, que tem os próprios planos e que acredita em você mesma. O empoderamento pelo qual tanto batalha o feminismo é para que a gente siga, cada vez mais, seguras de nós mesmas, conscientes do nosso valor e donas dos nossos próprios destinos!

Às vezes a gente acaba se cobrando por não estar diretamente envolvida com o movimento, talvez por não ter conhecimento teórico, talvez por não se achar militante o suficiente. Essa culpa também vem de uma construção social na qual nós nunca somos boas, inteligentes ou ativas o suficiente.

Por isso é tão importante desmistificar o termo “feminismo” como algo digno apenas de ação direta nas ruas. Temos que lembrar todos os dias que cada pequena atitude na qual a gente fortaleça a si e a outras manas já fazem grande diferença nas nossas vidas e na da mulheres que caminham ao nosso lado. Isso também é luta, é resistência! E é lindo perceber quanto poder a gente tem e como podemos ser grandes, ainda maiores que já somos!

Você reconhece outras atitudes feministas em sua rotina? Conta nos comentários pra gente, e aproveita pra compartilhar o texto, para que mais migas possam também ser lembradas que, com o pouquinho que fazemos juntas, fazemos revolução!

Comente pelo Facebook: